3 de outubro de 2010

Olhares...





"Há nos teus olhos de oiro um tal fulgor
E no teu riso tanta claridade,
Que o lembrar-me de ti é ter saudade
Duma roseira brava toda em flor. (...)"






[excerto de um poema de Florbela Espanca]



Nenhum comentário:

Postar um comentário